Advertisement

Cose così (Portuguese translation)

Advertisement
Italian

Cose così

Erano cose così, dette tanto per dire
Cose così, tanto per far rumore
Cose così, risate col veleno
Cose così, uno squarcio nel sereno
Cose così, gli sfoghi del momento
Cose così, le frasi senza senso
Puro amore dietro una canzone d'odio
Densa come miele che scioglie un nodo
Mi tieni qui, chiusa nel tuo amore
Ci parliamo poco, chiusi per errore
Si sta meglio fuori dove si può amare
Senza spazientire, senza portare
 
Via niente
Senza mai pretendere
L'amore che non si dà
Via per niente
Ogni parola è fragile
Nelle mani del cuore che hai
 
Cose così, minuti d'abbandono
Cose così, inacce di perdono
Cose così, ciò che nutriamo dentro
Può decidere molto, anche il fallimento
Mi tieni qui dove si alza il vento
A salutare i fuochi che hanno fatto in tempo
A diventare grandi senza mai bruciare
A diventare luce senza portare
 
Via niente
Senza mai pretendere
L'amore che non si dà
Via per niente
Ogni parola è fragile
Nelle mani del cuore che hai
 
Cos'è che non ho visto che
Fa complicare la verità
Che non ci fa cambiare idea?
Cos'è che non hai visto in me?
La chiarezza è un dono se c'è
Davvero amore, amore
 
Senza portare via niente
Senza mai pretendere
L'amore che non si dà
Via per niente
Ogni pensiero è fragile
Nelle mani del cuore che hai
 
Senza portare via quel niente
Ogni pensiero è fragile
Nelle mani del cuore che hai
 
Submitted by Alma Barroca on Tue, 30/01/2018 - 20:54
Align paragraphs
Portuguese translation

Coisas Assim

Eram coisas assim, ditas só por dizer
Coisas assim, só para fazer barulho
Coisas assim, risadas com veneno
Coisas assim, um rasgo no sereno
Coisas assim, as explosões do momento
Coisas assim, frases sem sentido
Amor puro atrás de uma canção de ódio
Densa como mel que dissolve um nó
Me mantenha aqui, presa no seu amor
Nos falamos pouco, presos por erro
Lá fora, onde se pode amar, as coisas estão melhores
Sem enlouquecer, sem levar
 
Nada embora
Sem nunca exigir
O amor que não é dado
Em troca de nada
Cada palavra é frágil
Nas mãos do seu coração
 
Coisas assim, minutos de abandono
Coisas assim, ameaças de perdão
Coisas assim, o que nutrimos dentro de nós
Pode decidir muito, mesmo o fracasso
Me mantenha aqui, onde o vento se ergue
Para cumprimentar os incêndios que chegam a tempo
Se tornando grandes, sem nunca queimar
Se tornando luz, sem levar
 
Nada embora
Sem nunca exigir
O amor que não é dado
Em troca de nada
Cada palavra é frágil
Nas mãos do seu coração
 
O que é que eu não vi
Que faz a verdade ficar complicada
Que não nos deixa mudar de ideia?
O que é que você nunca viu em mim?
A clareza é um dom se realmente
Houver amor, amor
 
Sem levar nada embora
Sem nunca exigir
O amor que não é dado
Em troca de nada
Cada palavra é frágil
Nas mãos do seu coração
 
Sem levar aquele nada embora
Cada pensamento é frágil
Nas mãos do seu coração
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Tue, 30/01/2018 - 20:54
More translations of "Cose così"
PortugueseAlma Barroca
See also
Comments