Eugénio de Andrade - Retrato

Portuguese

Retrato

No teu rosto começa a madrugada.
Luz abrindo
De rosa em rosa,
Transparente e molhada.
 
Melodia
Distante mas segura;
Irrompendo da terra,
Quente, redonda, madura.
 
Mar imenso,
Praia deserta, horizontal e calma.
Sabor agreste.
Rosto da minha alma.
 
Submitted by Guernes on Wed, 14/02/2018 - 19:43
Thanks!
Comments