Advertisement

L'abitudine che ho (Portuguese translation)

Advertisement
Portuguese translation

O Meu Hábito

Não é por egoísmo
Nem por infidelidade
É só uma exigência
Isso é tudo...
Não é pela necessidade
De uma novidade
Mas algo que não sei mais negar
 
O meu hábito
De nunca ficar contente
De não viver pela metade
Ou tão próxima
Do que eu serei
Do que eu gostaria...
 
O meu hábito
De não ficar entre os braços de alguém
Só por comodismo
De não fingir nada
Ficar indiferente
Se não se pode sentir amor...
 
Não é uma revanche minha
Não é desonestidade
Uma dor de uma noite que não acaba...
E alguma coisa que eu me digo
Talvez algum dia passará
Um desejo em específico meu
 
O meu hábito
De nunca ficar contente
De não viver pela metade
Ou tão próxima
Do que eu serei
Do que eu gostaria...
 
O meu hábito
De não ficar entre os braços de alguém
Só por comodismo
De não fingir nada
Ficar indiferente
Se não se pode sentir amor...
 
Quando olho para o céu
Nunca me sinto uma estranha
Cada batimento é um respiro que eu vivo
Sempre foi verdadeiro
 
O meu hábito
De nunca ficar contente
De não viver pela metade
Ou tão próxima
Do que eu serei
Do que eu gostaria...
 
O meu hábito
De não ficar entre os braços de alguém
Só por comodismo
De não fingir nada
Ficar indiferente
Se não se pode sentir amor...
 
O meu hábito...
 
O meu hábito
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Mon, 29/01/2018 - 21:00
Italian

L'abitudine che ho

More translations of "L'abitudine che ho"
PortugueseAlma Barroca
See also
Comments