Laura Pausini - Nadie ha dicho (Portuguese translation)

Spanish

Nadie ha dicho

Y tú por qué esperabas
Para decirme lo que ya nos hiere
El que no arriesga nada
No va al infierno ni va a los altares
 
Y fue nuestra distancia
Que, cómplice de nuestras precauciones,
Con su verdad tajante
Nos dividió así, en dos direcciones
 
Perdona si hace algunos días
No he sabido contestarte
Tenía una escapatoria nueva
Y ganas de encontrarte
 
Y nadie ha dicho que me faltes siempre
A veces nieva improvisadamente
Y algunos ángulos del cielo no verán la luz jamás
Y nadie ha dicho que sea indiferente
A la mirada que te vuelve ausente
Y al egoísmo de un recuerdo al que no puedo renunciar
 
Búscate un amigo
Que sea el refugio bajo la tormenta
Si lo que yo te debo
Es ser honesta, el resto ya no cuenta
 
Perdona si hace algunos días
No he sabido contestarte
El tren que lleva al aeropuerto
Me verá alejarte
 
Y nadie ha dicho que me faltes siempre
A veces nieva improvisadamente
Y algunos ángulos del cielo no verán la luz jamás
Y nadie ha dicho que sea indiferente
A la mirada que te vuelve ausente
Y al egoísmo de un recuerdo al que no puedo renunciar
 
(Y nadie ha dicho...)
Y nadie ha dicho...
(Y nadie ha dicho...)
Y nadie ha dicho...
 
Y quién te ha dicho que sea indiferente
Lo que tuvimos fue tan importante
Nos quedaremos con lo bueno
Y será nuestra libertad
 
Perdona si te he confundido
También yo quiero renacer
 
Submitted by Alma Barroca on Thu, 25/01/2018 - 21:16
Align paragraphs
Portuguese translation

Ninguém Disse

E por que você esperava
Para me dizer o que já nos machuca?
Aquele que não arrisca nada
Não vai nem ao inferno nem aos altares
 
E foi a nossa distância
Que, cúmplice das nossas precauções,
Com sua verdade incisiva
Nos dividiu assim, em duas direções
 
Me desculpe se alguns dias atrás
Eu não soube te responder
Eu tive uma nova brecha
E vontade de te encontrar
 
E ninguém disse que eu sempre sinto a sua falta
Às vezes neva de repente
E alguns cantos do céu nunca verão a luz
E ninguém disse que eu sou indiferente
Ao olhar que te distancia
E ao egoísmo de uma lembrança à qual eu não posso renunciar
 
Procure um amigo para você
Que seja um abrigo debaixo da tempestade
Se o que eu te devo
É ser honesta, o resto não importa
 
Me desculpe se alguns dias atrás
Eu não soube te responder
O trem que leva até o aeroporto
Verá eu me distanciar de você
 
E ninguém disse que eu sempre sinto a sua falta
Às vezes neva de repente
E alguns cantos do céu nunca verão a luz
E ninguém disse que eu sou indiferente
Ao olhar que te distancia
E ao egoísmo de uma lembrança à qual eu não posso renunciar
 
(E ninguém disse...)
E ninguém disse...
(E ninguém disse...)
E ninguém disse...
 
E quem te disse que eu sou indiferente?
O que tivemos foi muito importante
Ficaremos com o bom
E será a nossa liberdade
 
Me desculpe se eu te confundi
Eu também quero renascer
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Thu, 25/01/2018 - 22:01
Last edited by Alma Barroca on Sat, 27/01/2018 - 18:34
Laura Pausini: Top 3
See also
Comments