Advertisement

Non andare via (Portuguese translation)

Advertisement
Italian

Non andare via

Vivo tutti i giorni lentamente muoio mentre vivo
Dell'indifferenza e dell'amore che non c'è
Muoio nei miei sogni e mi risveglio sempre più cattivo
Incomprensibile bisogno che ho di te
 
E non c'è più futuro nel presente
Ma non è mica colpa mia
Se tutto passa così velocemente
Se tutto sembra una bugia
 
Almeno tu non andare via
Rimani qui vicino a me
Ti prego no, non andare via
Perché sei così importante
Perché tutto il resto è niente senza te
Non andare via da me
 
Muoio mentre vivo di ricordi e falsi desideri
Della solitudine che invade la città
E come gli altri fingo anch'io di avere anima e pensieri
In equilibrio fra incertezze e verità
 
Non sento più ne gioia ne dolore
Ma non è certo colpa mia
Se per me niente sembra avere più valore
Se tutto quanto ormai è un'inutile follia
 
Ti prego no, non andare via
Rimani qui vicino a me
Amore no, non andare via mai
Perché sei troppo importante
Perché tutto il resto è poco è niente
 
No, non andare via
Ti voglio qui vicino a me
Può farmi male ma
Ma cosa vuoi che sia, mai
Anche se non serve a niente
Anche se la vita non aspetta…
 
Tutto corre in fretta e si allontana freddamente
Lo so che non è giusto, lo so che è colpa mia
Ma solo adesso ho capito veramente
Che ho bisogno anch’io di amare
Non di prendere ma dare amore
No, non andare via...
 
No, non andare via mai...
 
Non andare via mai...
 
Submitted by Alma Barroca on Sun, 06/05/2018 - 23:26
Submitter's comments:

Festival di Sanremo 1996 / Giuseppe Dati, Paolo Vallesi.

Align paragraphs
Portuguese translation

Não Vá Embora

Vivo todos os dias, lentamente morro enquanto vivo
Da indiferença e do amor que não existe
Morro nos meus sonhos e acordo, sempre pior
Que incompreensível necessidade que eu tenho de você
 
E não há mais um futuro no presente
Mas não é minha culpa
Se tudo passa tão rápido
Se tudo parece uma mentira
 
Pelo menos, não vá embora
Fique aqui, perto de mim
Te imploro, não vá embora
Porque você é muito importante
Porque nada tem valor sem você
Não me deixe
 
Morro enquanto vivo de lembranças e falsos desejos
Da solidão que invade a cidade
E, como os outros, eu também finjo que tenho alma e pensamentos
Em equilíbrio entre incertezas e verdades
 
Não sinto mais nem alegria nem dor
Mas com certeza não é minha culpa
Se para mim tudo parece não ter mais valor
Se tudo isso agora é uma loucura inútil
 
Te imploro, não vá embora
Fique aqui, perto de mim
Amor, não, nunca vá embora
Porque você é muito importante
Porque nada mais tem valor
 
Não, não vá embora
Quero você aqui, perto de mim
Você pode me machucar, mas
Não importa
Mesmo se for inútil
Mesmo se a vida não esperar...
 
Tudo passa correndo e se distancia friamente
Eu sei que não é certo, sei que é minha culpa
Mas só agora eu realmente entendi
Que eu também preciso amar
Não tomar, mas dar amor
Não, não vá embora...
 
Não, não vá embora nunca...
 
Não vá embora nunca...
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Sun, 06/05/2018 - 23:45
More translations of "Non andare via"
PortugueseAlma Barroca
See also
Comments