Luca Barbarossa - Passame er sale (Portuguese translation)

Rome dialect

Passame er sale

Passame er sale
Er sale fa male
Passame er tempo
Er tempo non c’è
Passame armeno i momenti
Che ho vissuto co’ te
 
Passame er vino
Lo mischio cor sangue
Passame i sogni
Je metto le gambe
Passame stelle che inseguono il giorno
E nun sanno dov’è
 
Se semo amati, feriti, traditi e accarezzati
Se semo presi, lasciati, pentiti
E aritrovati
Pe’ ogni fijo amato e cresciuto
N’avemo fatte de notti
Mo’ li vedi anna’ in giro ner monno
Coi nostri occhi
 
Ah,
Si mi chiedi l’amore cos’è
Io non c’ho le parole che c’hanno i poeti
Nun è robba pe’ me
Ah,
Si me chiedi l’amore che d’è
Io non c’ho le parole
Ma so che ner core
Nun c’ho artro che te
 
Guardace adesso, t’aspettavi de più
Gniente è lo stesso, ma più bella sei tu
Che manco a na stella cadente
Avrei chiesto de più
 
Se semo persi, inseguiti, impauriti
E in lacrime riconquistati
Se semo offesi, difesi, colpiti
E pe’ tigna mai perdonati
N’avemo fatta de strada e de strada ancora ce n’è
Ogni fiato ogni passo che resta
Vojo fallo co’ te
 
Ah,
Si mi chiedi l’amore cos’è
Io non c’ho le parole che c’hanno i poeti
Nun è robba pe’ me
Ah,
Si me chiedi l’amore che d’è
Io non c’ho le parole ma so che ner core
Nun c’ho artro che te
 
Ah,
Si mi chiedi l’amore cos’è
Io non c’ho le parole
Ma so che ner core
Nun c’ho artro che te
 
Submitted by Berny Devlin on Sun, 04/02/2018 - 18:40
Last edited by Icey on Mon, 12/02/2018 - 21:31
Submitter's comments:

Festival di Sanremo 2018 / Luca Barbarossa.

Align paragraphs
Portuguese translation

Me Passe o Sal

Me passe o sal
O sal faz mal
Me passe o tempo
O tempo não está aqui
Me passe pelo menos os momentos
Que vivi com você
 
Me passe o vinho
Eu o misturo com sangue
Me passe os sonhos
Eu os faço correr
Me passe estrelas que perseguem o dia
E não sabem onde estão
 
Se somos amados, feridos, traídos e acariciados
Se somos presos, deixados, estamos arrependidos
E redescobertos
Por cada filho amado e crescido
Que passamos a noite acordados
Agora você os vê sair pelo mundo
Com os nossos olhos
 
Ah,
Sim, você me pergunta o que é o amor
Eu não tenho as palavras que os poetas têm
Não é meu tipo de coisa
Ah,
Se você me perguntar o que é o amor
Eu não tenho as palavras
Mas sei que no meu coração
Não há nada além de você
 
Olhe para a gente agora, você esperava mais
Tudo mudou, mas você ficou mais bonita
Que nem mesmo à uma estrela cadente
Eu pediria por mais
 
Se estamos perdidos, somos caçados, estamos amedrontados
E redescobertos
Se somos ofendidos, se nos defendemos, se somos atingidos
E, por teimosia, nunca nos perdoam
Já andamos tanto e ainda há o que andar
Cada respiro, cada passo que resta
Quero tomar com você
 
Ah,
Sim, você me pergunta o que é o amor
Eu não tenho as palavras que os poetas têm
Não é meu tipo de coisa
Ah,
Sim, você me pergunta o que é o amor
Eu não tenho as palavras
Mas sei que no meu coração
Não há nada além de você
 
Ah,
Sim, você me pergunta o que é o amor
Eu não tenho as palavras
Mas sei que no meu coração
Não há nada além de você
 
Translation done by Alma Barroca. In case you want to reprint it, please ask for permission first and always cite my name as its author. /
Tradução feita por Alma Barroca. Caso você queira reutilizá-la, por favor peça por permissão antes e sempre cite meu nome como o do autor.
Submitted by Alma Barroca on Mon, 12/02/2018 - 21:01
Author's comments:

Uma linda canção! Adorei o arranjo e a voz suave do Luca Regular smile

Please help to translate "Passame er sale"
Collections with "Passame er sale"
See also
Comments